Um pouco da história do Turismo

Existem, nas narrativas que buscam resgatar a História do Turismo, alguns fatores aceitos como padrão e marcos histórico no desenvolvimento do fenômeno. Destacam-se aqui três deles: O Grand Tour, as peregrinações durante a Idade Média e a figura de Thomas Cook.

As peregrinações na Era Medieval estavam distante do conceito de viagem por lazer, já que “o peregrino não escolhia o itinerário nem a durabilidade de seu périplo. Ele estava totalmente exposto às dificuldades e às intempéries do caminho a ser percorrido”. O período da Idade Média é mencionado pelos autores aqui trabalhados como um período de retração dos deslocamentos, ainda que não total, já que havia peregrinos que viajavam em grupo. A respeito do caráter grupal que esses deslocamentos assumem,diz que as peregrinações e cruzadas

Nas narrativas históricas desse período, tem-se o destaque para a “dificuldade da caminhada por si só”, mencionam o ruim estado das estradas e das vias de acesso, a insegurança durante as viagens e, como conseqüência, a redução do fluxo.

Já o Grand Tour é apontado como marco para o surgimento da palavra “Turismo”. Segundo aponta a história o primeiro registro da palavra pode ser encontrada em 1800 no Pequeno Dicionário de Inglês Oxford. A raiz tour, porém, teria sido documentada em 1760, também na Inglaterra, apesar de sua origem ser latina, francesa, original de tornus e tornare.

Grand_Tour_Beckford

O Grand Tour se insere no contexto da Renascença Italiana, que ajudou a divulgá-la, impulsionando o ímpeto pelas viagens motivadas pela aprendizagem e aquisição de cultura, mas também teria motivado as viagens mercantis . Teria se originado no século XIV, quando jovens da nobreza e da classe média inglesa abastada passaram a realizar viagens pelo continente europeu, por cerca de dois anos, para completar sua educação e ganhar experiência pessoal.

Pai e Mestre(suponho) planejando o Grand Tour do jovem

Jean_Preudhomme

Documentos apontam que os jovens bem nascidos, se aspirassem por carteiras na administração, na advocacia ou como militar, eram incentivados a viajar para o exterior (prática do Grand Tour) e, ao voltarem, essa parte dos estudos seria aceita na Europa como parte da educação, no século XVII.

Thomas Cook, por sua vez, é figura hegemônica na historiografia do Turismo, sendo apontado por alguns como “Pai do Turismo”.

Thomas.Cook

Posted by | View Post | View Group
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: